Notícias

Teatro, dança, música e etnografia, uma mostra de práticas culturais tradicionais decorreu de 28 a 31 de julho à volta do Teatro da Trindade.

“Há vários anos que o teatro tem organizado mostras daquilo que é uma das grandes missões da Fundação Inatel: o apoio à cultura popular. Temos mais de 2600 grupos associados, ligados à música, dança, etnografia e artesanato. Normalmente, essa mostra fazia-se dentro do teatro. Este ano decidimos trazê-lo à rua para ser mostrado aos lisboetas e a todos os que nos visitam”, afirmou, em entrevista ao Jornal 2, Inês de Medeiros, diretora artística do Trindade.

A iniciativa contou com a participação dos Centros de Cultura e Desporto (CCD). Recorde-se que nos CCD é desenvolvido um trabalho associativo, envolvendo muitas pessoas, que dedicam a sua atividade à valorização e divulgação da cultura tradicional portuguesa que nos identifica como povo.

 “O que é importante é as pessoas terem um olhar justo para aquilo que é a cultura popular”, sublinhou a vice-presidente da Inatel.

“A cultura popular representa duas coisas: festa e comunidade. Estes grupos mantêm uma tradição, renovam e reinventam. Tentamos recuperar esta noção de festa e comunidade”, acrescentou.

POPular – Inatel na rua contou com a parceria da Câmara Municipal de Lisboa e da EGEAC (Empresa de Gestão de Equipamentos e Animação Cultural de Lisboa). Teve, ainda, o apoio da ATL – Associação Turismo de Lisboa, Junta de Freguesia da Misericórdia e Empark.