Notícias

Ministro Vieira da Silva destaca importância do Turismo Sénior

O novo Conselho de Administração da Fundação Inatel tomou posse no dia 1 de fevereiro, numa cerimónia realizada na sede, presidida pelo ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, José Vieira da Silva.

“A Inatel é – sublinhou – uma das instituições com mais associados em todo o país, individuais e coletivos. Na sua múltipla dimensão, nas áreas do desporto, cultura e turismo, tem cumprido uma função de grande realce.”

Vieira da Silva salientou, ainda, que “em articulação com o setor privado, a Inatel foi capaz de desenvolver o turismo sénior”. E lançou um repto: “Que seja possível renovar a dimensão do turismo sénior, que tem um importante significado social e pode ter uma relevante função económica no reequilíbrio sazonal desta tão importante atividade como é o turismo no nosso país.”

O novo presidente do Fundação Inatel, Francisco Madelino, no encerramento da cerimónia, avançou ao TL que “devem ser prosseguidas as atividades de turismo solidário, onde a Inatel teve uma importante intervenção. É necessário retomar o turismo sénior, em ligação com o setor turístico privado nas épocas baixas, porque estabiliza a prestação de serviços de turismo em Portugal e propicia que muitos portugueses possam ter férias e tempos livres”.

Francisco Madelino acrescentou, “queremos chegar a novos públicos, envolvendo mais os jovens, quer na cultura, no turismo, quer no desporto de aventura, com a riqueza ambiental e histórica de Portugal. Esse é um domínio que queremos desenvolver com assertividade”. E frisou também a continuidade do relevante papel da instituição, “com sentido de responsabilidade pela tradição, pelo trabalho que tem sido feito por todos os dirigentes, ao longo de oito décadas”.

Por sua vez, a nova vice-presidente da instituição, Inês de Medeiros, referiu ao TL que “a história também aponta o futuro. Não há futuro sem história, o que não significa que não seja também importante reinventar, avançar e tirar o melhor proveito possível daquilo que é a maior riqueza da Fundação Inatel – abrangência nacional, social e etária. E esse é o grande desafio. O que podemos anunciar, para já, é um grande entusiasmo, uma grande energia, e um grande orgulho por estar hoje nesta casa”, afirmou, sublinhando que “a Inatel somos todos nós”.

 

 

Novo Conselho de Administração

Por decisão do Conselho de Ministros foi designada a nova Administração da Fundação Inatel para o próximo triénio, depois de a anterior ter cessado o mandato. A resolução n.º 4-A/2016 foi publicada no Diário da República no passado dia 22 de janeiro. O novo C.A. tem a seguinte composição:

Francisco Madelino, presidente, economista, docente no ISCTE – Instituto Universitário de Lisboa. Investigador e consultor com vários trabalhos realizados e publicados, nas áreas do emprego, formação profissional, macroeconomia, economia setorial, economia social e economia local, segurança social e administração pública.

Presidiu ao Instituto de Políticas Públicas e Sociais (IPPS-ISCTE), Instituto do Emprego e da Formação Profissional (IEFP) e à Assembleia Intermunicipal da Comunidade da Lezíria do Tejo.

Pertenceu a várias instituições com funções nas áreas do emprego e da formação profissional, nacionais e europeias, destacando-se o Comité de Emprego da União Europeia, Comité Social da União Europeia, European Training Foundation, rede europeia de Presidentes de Serviços Públicos de Emprego, Agência Nacional para as Qualificações, comissões de acompanhamento de programas nacionais suportados pelo Fundo Social Europeu e Observatório do Emprego e da Formação Profissional.

Inês de Medeiros, vice-presidente, iniciou os estudos superiores em Estudos Portugueses na Universidade Nova de Lisboa e frequentou os Estudos Teatrais na Sorbonne, em Paris.

Deputada da Assembleia da República, atriz, encenadora, realizadora. Como atriz participou em cerca de 20 longas-metragens. Como realizadora, os seus filmes de ficção e documentais foram premiados em vários festivais nacionais e internacionais. Foi curadora e programadora do Mostra-Me – O outro lado do cinema, e membro do júri em diversos festivais nacionais e internacionais de cinema.

Enquanto deputada, desde 2009, pertenceu à Comissão de Cultura, Comunicação, Juventude e Desporto, às Comissões de Trabalho e Segurança Social e de Assuntos Constitucionais, Direitos, Liberdades e Garantias, e também foi presidente do Grupo Interparlamentar de Amizade Portugal-França.

Álvaro Carneiro, vogal, gestor, pós-graduado em Sindicalismo e Relações Laborais e em Direito do Urbanismo, Ambiente e Ordenamento do Território, mestre em Sociologia do Trabalho, doutorando em Ciências do Trabalho. Foi vereador da Câmara Municipal de Lisboa e assessor da Cultura e Ação Social. Desempenhou o cargo de Presidente da Comissão de Intervenção Social e Promoção de Igualdade de Direitos e de Oportunidades.

Assessorou a Presidência da Câmara Municipal de Cascais nas Relações Internacionais. É presidente da Associação para o Desenvolvimento Nacional e também da Assembleia Geral do Clube de Golfe da Costa do Estoril, da Comissão de Desporto, Trabalho e Tempos Livres do Comité Olímpico de Portugal, e membro do Conselho Nacional do Desporto. Atualmente é docente universitário do ISCTE-IUL e deputado da Assembleia Municipal de Lisboa, desde 2005. Tem desenvolvido ações, iniciativas e atividades em Instituições Sociais, Sindicais, Culturais e Desportivas.

José Manuel Alho, vogal, biólogo, especialista em Ciências do Ambiente, membro efetivo da Ordem dos Biólogos, onde integrou a Direção Nacional e o Conselho Deontológico e Profissional.

Dirigente em diversas Áreas Protegidas, presidiu ao Instituto de Promoção Ambiental, diretor Regional de Florestas de Lisboa e Vale do Tejo, e desenvolveu atividade docente nos Institutos Politécnicos de Leiria e Tomar. Foi presidente da Liga para a Protecção da Natureza e vice-presidente da Direção Nacional da Quercus.

Foi, ainda, vereador e vice-presidente da Câmara Municipal de Ourém e presidente dos conselhos de administração das empresas municipais AmbiOurém, Centro de Negócios de Ourém, e OurémViva.